Baixando e Instalando LTSP, versão 3.0

Atualizado em 2/fev/2003 - James McQuillan <jam@Ltsp.org>
Traduzido em 10/fev/2003 - Marlon Dutra <marlon@debian-rs.org>

 

Changelog

Baixando

Há vários pacotes que fazem o LTSP. Sabendo o propósito de cada pacote, irá assegurar de você baixar apenas as peças que você precisa.

Existem 4 grupos principaos de pacotes do LTSP. Eles são: Core, Linux Kernel, X Windows e Local apps. Nós quebramos os pacotes em grupos por causa da sua funcionalidade. Algumas pessoas querem instalar LTSP e apenas rodar aplicações baseadas em caractere. Assim, nós tiramos o X Windows pra fora do Core. O Local Apps é um recurso opcional. Nem todo mundo tem estações de trabalho que são poderosas o suficiente para rodar aplicações localmente. Sendo assim, nós colocamos as aplicações locais (Local Apps) em um pacote opcional.

Em adição aos pacotes principais descritos acima, há também alguns outros pacotes, aumentando os recursos do sistema LTSP.

Instalando

A maioria dos pacotes LTSP estão disponívels em formatos RPM, TGZ e DEB, dando a você a liberdade de escolher seu método de instalação. Para os pacotes RPM e DEB, basta simplesmente rodar o seu método de instalação. Para os arquivos TGZ, há alguns passos a mais.

RPM ou DEB:

Instalar os pacotes RPM/DEB é bastante simples.

  rpm -ivh ltsp_core-3.0.9-0.i386.rpm
  
  dpkg -i ltsp-core_3.0.7-1_i386.deb
        

TGZ:

Cada um dos pacotes inclui um arquivo INSTALL ou README, descrevendo como instalar. Basicamente, coloque os pacotes no diretório /tmp e descompacte-os.

  cd /tmp
  tar xvzf ltsp_core-3.0.9-i386.tgz
  cd ltsp_core
  ./install.sh
        

O pacote ltsp_core tem um passo adicional, que é rodar ltsp_initialize para habilitar os serviços requeridos para uma estação remota conectar no servidor.

O pacote ltsp_core DEVE ser o primeiro a ser instalado.

Pacote Tamanho Arquivo
ltsp_core-3.0.9 1.45mb   RPM DEB TGZ
ltsp_kernel-3.0.5 5.1mb   RPM DEB TGZ

ltsp_x_core-3.0.4 11.0mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x_fonts-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ

ltsp_x336_3dlabs-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_8514-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_agx-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_fbdev-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_i128-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_mach32-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_mach64-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_mach8-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_mono-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_p9000-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_s3-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_s3v-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_svga-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_vga16-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
ltsp_x336_w32-3.0.0 8.9mb   RPM DEB TGZ
  XFree86 3.3.6 - necessário apenas se
XFree86 4.1 não suportar seu chipset de vídeo

ltsp_local_apps-3.0.0 1.0mb   RPM DEB TGZ
ltsp_local_netscape-3.0.0 13.0mb   RPM   TGZ
 Necessário apenas se você
quiser rodar aplicações localmente

ltsp_initrd_kit-3.0.11 4.0mb       TGZ
ltsp_util_src-3.0.0 246kb       TGZ
 Útil para fazer kernels ou
aplicações LTSP customizados

Material de contribuições
ltspwebcam-0.1 428kb       TGZ
ltsp_sound-3.0.1 346kb       TGZ
lts_scanner-0.01 950kb       TGZ

Wireless e PXE
wireless_ltsp-3.0.5 2.8mb       TGZ
pxestuff-3.0.5 1.4mb       TGZ

Pacotes Core

No mínimo, você irá precisar dos pacotes ltsp_core e ltsp_kernel. Isso é o suficiente para subir uma estação de trabalho e rodar um Telnet (baseado em caractere) para o servidor. Basicamente, um bom substituto para um terminal burro, porém conectado via Ethernet.
ltsp_core-3.0.9-i386.tgz (1.45mb) O pacote "Core" do LTSP. Esse pacote é requerido.

Pacote Linux Kernel

O kernel normal do LTSP contém um ramdisk (initrd) inicial. Dentro do initrd, nós incluimos todos os drivers de rede e um cliente DHCP em espaço de usuário, chamado dhclient. Por chamar DHCP em espaço de usuário, ao invés de no espaço do kernel, nós podemos permitir que o servidor NFS seja diferente do servidor TFTP. Também, nós podemos compilar os drivers de rede como módulos, e automaticamente determinar o módulo correto a carregar (também para placas PCI).

ltsp_kernel-3.0.5-i386.tgz (5.0mb) O pacote kernel que será baixado para a estação de trabalho
O kernel é chamado de:
vmlinuz-2.4.18-ltsp-1 Kernel sem LPP

NOTE ! O Kernel LPP não é incluido na release 3.0.4 dos pacotes kernel porque não há um patch LPP para o Linux 2.4.18 ainda.

O Kernel LPP realmente parece ótimo durante a partida da estação, mas se a estação tem um problema no boot, ele pode tornar difícil de ver por que.
Assim, POR FAVOR, tente o Kernel não-LPP primeiro, até você saber que tudo está funcionando.

Estação subindo com
Linux Progress Patch


Pacotes X Windows

Se você quiser rodar X Windows (Um ótimo GUI), então você irá precisar baixar o pacote X core. Isso irá dar a você todos os drivers para o Xfree86 4.1.0.

É recomendado que você também baixe o pacote X Fonts. Esse pacote foi separado do X Core porque algumas pessoas escolhem usar um servidor de fontes separado. Um servidor de fontes requer alguma configuração adicional no servidor, para habilitar ele a servir fontes para uma estação. Assim, a menos que você realmente saiba o que está fazendo com um servidor de fontes, você deveria provavelmente baixar o pacote X Fonts.

ltsp_x_core-3.0.4-i386.tgz (11.0mb) Os componentes básicos do X Windows (incluindo os drivers do XFree86 4.1.0)
ltsp_x_fonts-3.0.0-i386.tgz (8.9mb) O pacote X Fonts.

Suporte para chipsets antigos de vídeo
Existem ainda alguns chipsets de vídeo que não são suportados pelo XFree86 4.1.0. Para esses, nós temos também os Xservers XFree 3.3.6 disponíveis. O chipset S3 é um bom exemplo de necessidade dos Xservers 3.3.6.

Se você precisar de um dos Xservers 3.3.6, então escolha o pacote que você precisa e faça o seu download.

ltsp_x336_3dlabs-3.0.0-i386.tgz (970kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets 3dlabs
ltsp_x336_8514-3.0.0-i386.tgz (777kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets 8514
ltsp_x336_agx-3.0.0-i386.tgz (857kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets agx
ltsp_x336_fbdev-3.0.0-i386.tgz (895kb) XFree86 3.3.6 Xserver para o dispositivo FrameBuffer
ltsp_x336_i128-3.0.0-i386.tgz (959kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets i128
ltsp_x336_mach32-3.0.0-i386.tgz (844kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets Mach32
ltsp_x336_mach64-3.0.0-i386.tgz (896kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets Mach64
ltsp_x336_mach8-3.0.0-i386.tgz (781kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets Mach8
ltsp_x336_mono-3.0.0-i386.tgz (867kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets mono
ltsp_x336_p9000-3.0.0-i386.tgz (866kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets P9000
ltsp_x336_s3-3.0.0-i386.tgz (1.07mb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets S3
ltsp_x336_s3v-3.0.0-i386.tgz (955kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets S3Virge
ltsp_x336_svga-3.0.0-i386.tgz (1.47mb) XFree86 3.3.6 Xserver para vários chipsets de vídeo
ltsp_x336_vga16-3.0.0-i386.tgz (869kb) XFree86 3.3.6 Xserver para placas compatíveis com vga16
ltsp_x336_w32-3.0.0-i386.tgz (796kb) XFree86 3.3.6 Xserver para chipsets w32

Pacotes Local Apps (aplicações locais)

Se você tem uma estação com um pouco de poder, você pode utilizar um pouco desse poder rodando aplicações localmente, na própria estação. Um pequeno Pentium, Pentium II ou Celeron com no mínimo 64 MB de memória é um candidato satisfatório para rodar aplicações localmente.

Para rodar aplicações localmente, você também irá precisar ajustar o NIS (Network Information Services) no servidor. Você vai precisar disso, de forma que quando você usar rsh para executar uma aplicação na estação, ele terá que ser capaz de autenticar o usuário.

Atualmente, a única aplicação local que nós temos é o Netscape. Pacotes adicionais serão planejados no futuro, como também a documentação descrevendo como construir pacotes de aplicações locais.

ltsp_local_apps-3.0.0-i386.tgz (1.0mb) Suporte para aplicações locais. Esse pacote contém as peças que fazem as aplicações locais possíveis
ltsp_local_netscape-3.0.0-i386.tgz (13.0mb) Netscape 2.78 pré-configurado para instalação como uma aplicação local
Uma vez que a aplicação local Netscape foi instalada, você pode rodar ela pegando uma sessão shell no servidor e rodando isto:

    HOST=`echo $DISPLAY | awk -F: '{ print $1 }'`
    rsh ${HOST} MOZILLA_HOME=/usr/local/netscape \
                /usr/local/netscape/netscape     \
		-display ${DISPLAY}
      

Pacotes miscelânea

Se você está para construir seu próprio kernel customizado para as estações, então você vai precisar do pacote ltsp_initrd_kit. Esse pacote contém os scripts e a hierarquia do root filesystem que faz o ramdisk inicial (initrd) que é baixado junto com o kernel, quando a estação sobe.
ltsp_initrd_kit-3.0.11-i386.tgz (1.4mb) Scripts e arquivos necessários para fazer o ramdisk inicial (initrd) para o kernel
Há vários utilitários que foram escritos para o LTSP, incluindo getltscfg, ltsprtd, pci_scan, prep_swap e startsess. O pacote ltsp_util_src contém o código fonte para esses utilitários.
ltsp_util_src-3.0.0-i386.tgz (245kb) Códigos fonte para os utilitários que foram escritos especificamente para o LTSP

Pacotes de contribuições

Pacote Webcam

The pacote webcam foi criado por Andrew Williams. Ele colocou junto todas as peças que você precisa, incluindo documentação para conectar uma webcam na sua estação e servir fotos.
ltspwebcam-0.1.tgz (428kb) Scripts e arquivos necessários para suportar uma webcam numa estação LTSP.
O pacote ltspsound foi originalmente criado por Boris Reisig, e então modificado por Andrew Williams para trabalhar com a série 2.09 do LTSP.
ltspsound-0.1c.tgz (215kb) Scripts e arquivos necessários para suportar uma placa de som numa estação LTSP.
O pacote lts_scanner foi desenvolvido por Robert Stanford, para permitir a você conectar um scanner e fazer digitalizações.
lts_scanner-0.01.tgz (135kb) Scripts e arquivos necessários para suportar um scanner numa estação LTSP.

Configuração do DHCP

Durante a instalação do pacote LTSP Core, um exemplo do arquivo dhcpd.conf é instalado. Ele é chamado de /etc/dhcpd.conf.example.

Se você ainda não tem um arquivo dhcpd.conf, esse exemplo pode ser copiado em /etc/dhcpd.conf

Certamente, algumas modificações serão necessárias, para fazer o dhcpd funcionar no seu ambiente. Particularmente, o endereço MAC de cada estação deve ser ajustado, para combinar com a sua configuração.

Segue um exemplo do arquivo dhcpd.conf:


default-lease-time            21600;
max-lease-time                21600;

option subnet-mask            255.255.255.0;
option broadcast-address      192.168.0.255;
option routers                192.168.0.254;
option domain-name-servers    192.168.0.254;
option domain-name            "yourdomain.com";
option root-path              "192.168.0.254:/opt/ltsp/i386";

shared-network WORKSTATIONS {
    subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0 {
    }
}

group   {
    use-host-decl-names       on;
    option log-servers        192.168.0.254;

    host ws001 {
        hardware ethernet     00:E0:06:E8:00:84;
        fixed-address         192.168.0.1;
        filename              "/lts/vmlinuz-2.4.18-ltsp-1";
    }
}

ISC DHCP v3.0 ou mais novo (Mandrake)

Se você está usando uma versão de DHCP da ISC, versão 3.0 ou posterior, então você vai precisar de uma linha adicional no arquivo /etc/dhcpd.conf.

A primeira linha do arquivo dhcpd.conf deve ser esta:


ddns-update-style             none;

Placas de rede ISA

Os kernels LTSP podem detectar automaticamente a placa rede, se ela for uma placa PCI. Se não for, então você tem que especificar qual driver de rede para carregar. Algumas placas ISA ainda requerem que a opção IO seja passada para o módulo.

Você pode especificar o driver da placa e o endereço IO adicionando uma entrada para a seção individual do host no arquivo dhcpd.conf. Here está um exemplo para uma estação com uma placa de rede NE2000.


    host ws001 {
        hardware ethernet     00:E0:06:E8:00:84;
        fixed-address         192.168.0.1;
        filename              "/lts/vmlinuz-2.4.18-ltsp-1";
        option option-128     e4:45:74:68:00:00;
        option option-129     "NIC=ne IO=0x300";
    }

Há uma coisa muito importante para notificar sobre o exemplo acima. O valor especificado para option-128 NÃO é o endereço MAC. O valor e4:45:74:68:00:00 é um valor especial que o Etherboot requer. Se ele não estiver lá, ou for alguma coisa diferente do valor acima, então todas as outras opções estendidas serão ignoradas pelo Etherboot.

Também, se você está usando um DHCP da ISC, versão 3.0 ou acima, então você vai precisar adicionar algumas linhas próximo ao topo do arquivo dhcpd.conf, para definir os tipos de valores que serão especificados com a opção 128 e 129. No mínimo 2 linhas do fragmento seguinte mostram como elas devem ser especificadas.


option domain-name-servers    192.168.0.254;
option domain-name            "yourdomain.com";
option root-path              "192.168.0.254:/opt/ltsp/i386";
option option-128 code 128 = string;
option option-129 code 129 = text;